Usamos cookies para personalizar sua experiência no site. Ao prosseguir, você declara estar ciente dos termos descritos na nossa Política de Privacidade.

Os erros mais comuns em um Detalhamento de Projeto

Os erros mais comuns em um Detalhamento de Projeto

| Renata Pocztaruk

Quando a gente vai fazer o detalhamento de um projeto interiores, seja ele comercial ou residencial, tudo o que queremos é que as coisas deem certo nos mínimos detalhes, para que fique exatamente como foi planejado!

Mas para que isso aconteça precisamos cuidar para, além de deixar o projeto funcional, atender as expectativas do cliente!

Criar um ambiente cansativo ou pouco funcional são alguns dos erros mais comuns que encontramos por aí, por isso hoje eu resolvi fazer uma lista com algumas das falhas que a gente “nunca” deve cometer para não ter prejuízos e nem atrasos na entrega da obra:

Iluminar o ambiente de forma errada

Eu já disse várias vezes que um arquiteto que sabe fazer um projeto de iluminação é um profissional diferenciado, né? Isso porque, além de criar cenas no ambiente, a iluminação correta tem o poder de relaxar ou de te deixar mais atento durante uma atividade.

Numa cozinha, quando estamos trabalhando com alimentos, limpeza e higiene, precisamos ver tudo com muita nitidez (principalmente acima da bancada), para saber se os ingredientes estão em boas condições de uso. Por isso o IRC é fundamental neste ambiente (a cor da lâmpada vai ter grande influência no preparo das refeições).

Já quando vamos iluminar um quarto, que é um ambiente utilizado para descanso, estudo e também para ver TV, podemos mesclar a luz direta com a indireta (pendentes em lâmpada amarela, que relaxa, ao lado da cama, e uma PAR 20, que ilumina mais, na área de vestir).

Em espaços comerciais temos que tomar alguns cuidados: iluminando de forma adequada os produtos para torná-los mais interessantes. Já as instituições de ensino devem ser bem iluminadas, mas sem causar ofuscamento.

O arquiteto precisa ter atenção para que o efeito da iluminação, além de agregar, seja agradável visualmente.

Não dar atenção ao espaço para a circulação

Na hora de fazer o projeto é MUITO importante deixar um bom espaço livre para a circulação! Um ambiente lindo não consegue ser funcional se você não deixar lugar para as pessoas circularem por ele!

Vamos dar como exemplo o projeto de um quarto. Quando vamos escolher a cama, temos que deixar pelo menos 60cm livres (tanto dos lados quanto na frente) para a circulação. Entre os móveis e a bancada o espaço é o mesmo!

Não esqueça da abertura de gavetas, portas de guarda-roupa e da porta de entrada. Tem cortina? Ela tem caimento? Então também vai ocupar espaço! Neste caso deixe mais ou menos 10cm para que a circulação seja maior!

Escolher materiais ou revestimento errados

Escolher o revestimento errado pode causar um sério problema para o cliente! Isso porque, além de ajudar a compor visualmente, o material precisa ser adequado às necessidades do morador.

Você tem que saber o que ele quer, o que ele precisa! Imagina usar porcelanato polido num banheiro ou numa cozinha? O porcelanato polido tem brilho, logo ele escorrega. Consequentemente é um perigo para as áreas molhadas! Se tiver que usar esse piso, se o cliente gostar muito dele, então indica para as áreas secas (mesmo assim eu ainda prefiro o acetinado).

Além disso a gente tem que pensar se o que estamos escolhendo é um material resistente, de fácil limpeza, se é durável.

Falta de comunicação entre o arquiteto e o cliente

Conversar com o cliente, entender tudo o que ele gosta e tudo o que ele não gosta é o primeiro passo para evitar muitos problemas! Isso porque a falta de comunicação é um dos principais motivos da insatisfação com o projeto e também dos desentendimentos entre arquiteto e cliente.

Não adianta querer impor um estilo que não tem nada a ver com ele! É preciso escutar, entender as necessidades dele, adequar esses desejos ao orçamento e manter sempre o diálogo na hora de decidir.

Ignorar as necessidades do cliente

Não importa o tamanho do ambiente! Seja ele grande ou pequeno é preciso conhecer as necessidades e hábitos dos moradores, considerar a ergonomia (qual a altura deles?), entender para que ele usa e qual a função daquele espaço, as atividades que costuma desenvolver ali, se existe boa ventilação, conforto acústico, conforto térmico...

Estamos vivendo uma fase em que as pessoas passam muito tempo dentro de suas casas, por isso é muito importante criar para elas um espaço confortável e seguro. Um ambiente harmonioso e aconchegante pode ajudar, e muito, a manter a saúde física e mental dos moradores.

Falta de compatibilização

Em um projeto de arquitetura de interiores, quando vamos modificador pontos elétricos e hidráulicos, por exemplo, é extremamente importante planejar o layout em conformidade com o posicionamento dos elementos que serão utilizados dentro do ambiente e conferir se os componentes dos sistemas não estão ocupando espaços conflitantes entre si!

Pense no projeto de uma cozinha! Depois que decidimos o posicionamento do fogão, do refrigerador, do purificador de água e etc, temos que definir onde vão ficar os pontos de entrada de água, de esgoto, gás, as tomadas... E, de acordo com estas posições, é que o projeto dos móveis será feito, prevendo as passagens de cabos, tubulações, a instalação das luminárias...

Não dá para inverter o processo! A chance de dar tudo errado é imensa! O projeto de layout e mobiliário precisa estar ligado com o projeto elétrico e de iluminação, com o projeto de forro, paginação de piso e revestimentos de paredes, posicionamento de pontos hidráulicos, etc.

Um projeto bem elaborado e compatibilizado reduz em média 40% dos problemas gerados numa obra, além de reduzir significativamente o retrabalho e os custos de orçamento.

Viu como é importante estar atento na hora de detalhar um projeto? A gente tem que fugir destas falhas, tem que ficar bem longe delas!

Agora, se você gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre o assunto, eu te convido a participar e se inscrever na minha Super Aula gratuita, que acontece todas as segundas-feiras no Youtube!

O tema do próximo encontro, que vai acontecer em 12/04, é Detalhamento de Projeto! Nele você vai aprender quais os materiais que precisamos liberar para a obra, o que fazer e o que não fazer e quais as etapas de um projeto detalhado!

Te espero lá!

Beijos e até depois,
Rê.

Deixe um comentário