Sexta-feira é dia de Dica do Dia e hoje a dica é sobre projeto de COZINHA! Quem ai também ama projetar cozinhas?! 🙋‍♀️ E eu já vou começar te fazendo uma pergunta: como você começa o desenvolvimento de um projeto de cozinha?

E eu me refiro ao desenvolvimento do projeto mesmo! Depois de já ter formalizado a contratação, feito o levantamento do ambiente, o briefing com o cliente, enfim, todas as primeiras etapas.

É que existem muitos profissionais que já querem começar o projeto pensando nas escolhas dos materiais, mas, antes de pensar na materialidade, você deve estudar o dimensionamento dessa cozinha! Como viabilizar espaços de circulação adequados, alturas ergonomicamente corretas, porque em primeiro lugar uma cozinha precisa FUNCIONAR!

Começando pelas medidas mínimas necessárias em um projeto. Por exemplo, no espaço de uma cozinha precisa poder ser transcrito, pelo menos um círculo de 1,50 m. Observa nessa planta baixa:

"Mas porquê 1,50 m, Renata?"

Confere os espaços mínimos para o fogão, bancada, geladeira na planta baixa acima.

Se você somar essas medidas vai descobrir que uma cozinha precisa ter no mínimo 2,50 x 1,50 m. E a partir disso vocês pode ajustar a posição e medidas, conforme a prioridade do seu cliente ou conforme a configuração disponível do espaço.

Mas entenda que estou me referindo aqui em medidas mínimas para funcionar.

Outra dica bem importante: a porta de acesso a cozinha precisa ter no mínimo 80 cm (de largura) de vão livre para que não haja problemas na hora deslocar um equipamento como a geladeira, por exemplo, para dentro da cozinha.

E muito cuidado com os espaços para abertura das portas dos equipamentos! Não podemos esquecer do espaço que elas ocupam abertas. Observa na planta baixa acima a projeção das aberturas também.

E mais uma dica sobre a bancada: você já viu no projeto acima que a largura mínima é de 1,20 m, certo? E a profundidade? 55 cm (mínima!).

A posição da cuba dentro dessas medidas vai depender de cada projeto. Porque faz parte do programa de necessidades de cada cliente, se ele vai ter máquina de lavar louças, uma cuba maior, uma menor. Por isso deve ser bem analisado em cada situação.

E o importante é conseguir criar uma disposição funcional, entre esses três elementos: geladeira ↔ fogão ↔ cuba, imaginando a ordem de uso deles: armazenamento na geladeira, retira o alimento e apoia na bancada, higieniza na cuba, prepara na bancada e cozinha no fogão. 😉

Gostou das dicas de hoje?

Quer aprender mais sobre cozinhas? Você pode se inscrever na próxima Super Aula sobre Detalhamento de Cozinhas!!!

Ela acontece, ao vivo, na próxima segunda-feira, dia 23/05, às 19h e você não vai precisar pagar nada, porque ela é gratuita!

Vamos desenvolver melhor essas dicas de hoje e falar de assuntos como:

- Layouts ideais para cozinhas, qual a melhor posição para o fogão/cooktop, que materiais usar em uma bancadas de cozinha, qual a profundidade ideal de um armário de cozinha e muito mais!

Para se inscrever na aula você só precisa clicar aqui e preencher um pequeno formulário!

E até segunda,

Rê 💕