Eu sempre digo que a marcenaria é o que diferencia o detalhamento, é ela que diferencia o nosso projeto!

Isso porque a gente pode ter um projeto simples ou um projeto bem detalhado! E o que eu quero mostrar pra vocês é que a marcenaria é uma união, onde nós profissionais fazemos o conceito técnico e estético e o parceiro, seja o marceneiro ou a loja de móveis, vai fazer o sistema construtivo.

Por isso é muito importante encontrar um parceiro ideal, porque ele vai facilitar sua a vida e com ele você vai conseguir fazer projetos cada vez melhores!

Cada vez mais a gente olha o detalhamento como uma solução otimizada para aproveitar o espaço de acordo com as necessidades do cliente e com o que ele quer gastar.

E quais são as soluções que a gente pode trazer para o nosso cliente quando temos um limite de orçamento, um limite de prazo ou um limite de tamanho para esse espaço?

1) Pense na necessidade do usuário!

Como é o dia a dia do cliente? Como funciona a rotina dele? É melhor ele ter cabideiro, prateleira ou gaveta? Sabe como a gente vai saber isso? Perguntando o que ele precisa guardar! Mas como ele guarda (dobrado, pendurado)? Na cozinha é melhor ter porta ou gaveta? Ele tem muitos pratos ou muitos copos? Tudo isso você tem de colocar no briefing, para entender fazer esse detalhe de marcenaria.

2) Cuidado na escolha dos acabamentos!

Cuidado com os materiais frágeis como: vidro, laca, lâmina natural... A escolha errada pode comprometer o trabalho!

3) A escolha do acabamento tem influência direta no orçamento, no preço!

Dependendo do acabamento escolhido vai custar mais caro, dependendo do acabamento vai demorar mais para entregar! Lâminas e laca demoram mais para entregar que laminados sintéticos. Quando a gente faz nicho eles acabam sendo mais acessíveis. À medida que a gente vai colocando porta e gaveta, vai ficando mais caro. Quanto mais ferragem, mais aumenta o preço! Você tem sempre que pensar: quanto o meu cliente pode gastar? Se ele tem o orçamento curto, não adianta querer indicar lâmina ou laminado. O ideal é optar pela melamina convencional. Isso é estratégia de projeto!

4) Opte sempre por acabamentos neutros / atemporais!

Você pode fazer um detalhe colorido, mas o neutro não enjoa e é um investimento! Depois, se o cliente quiser trocar, ele pode adesivar ou relaminar as portas.

5) Cuidado com o dimensionamento!

Não adianta fazer um projeto maravilhoso que não vai entrar um cabide, que não vai caber um prato... Procure sempre se certificar do que tem na casa do seu cliente para poder desenvolver o projeto.

6) Gavetas e ferragens são investimentos que valem a pena!

Gaveta na cozinha é maravilhoso, você consegue abrir e enxergar tudo o que tem dentro, mas acaba sendo mais caro. Entre escolher um acabamento mais caro e investir em gavetas, corrediças e dobradiças melhores, façam a escolha de investir em acessórios melhores e não em um acabamento mais bonito. Isso porque vai durar mais e o cliente vai ficar mais satisfeito!

7) A escolha do fornecedor já é 70% do seu sossego!

O fornecedor é bom? Você já viu trabalhos anteriores dele? Ele entrega no prazo? Ele cumpre aquilo que promete? Cumpre os detalhamentos? É muito importante ter essa parceria com o fornecedor, porque isso vai fazer diferença na entrega.

8) As medidas devem ser tiradas sempre com os acabamentos prontos!

O piso, revestimento de parede, base de alvenaria tem de estar prontos, senão isso pode alterar a medida do móvel.

9) Acompanhe a montagem até o final!

Quando você tem o fornecedor no ambiente, montando, é mais fácil de pedir para que ele faça ajustes, furo, passar a fiação... Quando ele vai embora, para trazer ele de volta é uma “novela”. Não deixe de acompanhar a montagem, com certeza isso vai diminuir a sua dor de cabeça.

10) Cuidado com a circulação livre!

Não adianta ter uma porta de 70cm e a circulação de 60cm, porque não vai funcionar, não vai passar!

Todos esses detalhes são extremamente importantes! Isso porque o detalhamento é que vai dizer se o seu projeto está bonito ou está feio!

À medida que a gente vai detalhando a gente fica mais confiante e melhora a qualidade do nosso trabalho! Se você quer aprender tudo sobre detalhamento de marcenaria eu te convido a fazer o meu Curso Detalhamento de Marcenaria, onde eu vou ensinar todos os meus segredos de detalhamento de móveis: medidas mínimas, detalhamento de divisórias, tipos de abertura de porta, tipos de puxadores, altura, profundidade e muito mais!

Beijos e até depois,