Quando a gente começa a pensar um projeto, sempre nos preocupamos com a parte estética. Mas de que adianta o projeto ser lindo e maravilhoso se ele não funcionar?

De que adianta a gente ter um closet cheio de cabides, sonho de consumo da maioria das mulheres, se as roupas não couberem lá?

Qual a medida ideal para pendurar um casaco ou para guardar uma roupa de ginástica?

Na Dica do Dia de hoje vamos falar sobre as medidas e o que a gente deve priorizar na hora de fazer um projeto assim!

Conhecer o gosto de quem vai usar, a quantidade e o tipo das peças que o seu cliente tem, se o ele prefere dobrar ou pendurar são perguntas que servem como o nosso ponto de partida!

Criar uma setorização por tipo de uso também facilita, tanto para estimular o uso das peças, quanto para encontrá-las com mais facilidade.

Respondidas as perguntas iniciais, não desgrude da trena! Tire a medida das peças e anote tudo (altura, largura e profundidade dos itens que o seu cliente vai guardar)!

No caso das saias, shorts e partes de baixo do vestuário que são mais curtas, 80cm a 90cm é uma boa altura para acomodar estas peças. Já o espaço para casacos precisa de uma altura maior, 90cm é perfeito para acomodá-los. Para as calças eu recomendo 80cm de altura.

Para os empilhados (camisetas, por exemplo), 25cm a 30cm de altura é o ideal.

Quando falamos de peças mais compridas, como uma saia longa ou um cardigã, a altura sugerida é de um metro.

Na hora de acomodar os sapatos, eu sugiro arrumar um atrás do outro, desta forma você consegue ter uma boa visão de todos (ou da maioria deles). Neste caso a profundidade que eu sugiro é de 55cm a 60cm.

Para os sapatos vale também usar as gavetas do tipo retrátil, tipo prateleira. Elas são ótimas para arrumar e para visualizar os pares por tipo (rasteiras, saltos, tênis).

Preveja uma parte livre para os longos, além de um espelho inteiro para conferir os looks.

Além disso precisamos incluir diferentes tipos de gaveta, para guardar as peças pequenas e acessórios. As mais comuns são para roupa íntima, meias, pijamas e roupa de ginástica.

Viu só? Quando iniciamos um projeto como esse, não podemos esquecer que a principal função de um closet é garantir a organização das peças para que o seu cliente encontre o que precisa sem precisar revirar ou desarrumar tudo!

Quer mais dicas sobre detalhamento de closet, armários, gavetas, cabideiro e fixação de prateleiras? No meu Guia Detalhamento para Arquitetos 004 você encontra mais de 50 detalhes indispensáveis para qualquer arquiteto e decorador detalhar um mobiliário funcional em seus projetos.

Beijos e até depois,

Rê.