Conforto térmico: conceitos básicos que todo profissional precisa saber!

 A maior parte do nosso país possui temperaturas altas durante ano, com picos de muito calor no verão. Aqui no Sul do Brasil, a amplitude térmica é muito alta, agora durante o outono principalmente, muitas vezes no mesmo dia a temperatura varia mais de 10 graus célsius. Já as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), indicam que uma zona de conforto térmico aceitável seria em torno de 20 a 23 graus no inverno e 23 a 26 graus célsius durante o verão.
Então como fazer, para que nestas nossas condições, seja possível manter ambientes sempre confortáveis?! Hoje eu trouxe aqui para a Dica do Dia algumas condições do espaço que PRECISAMOS levar em conta para desenvolvermos os nossos projetos, desde o inicio!!
001. A posição solar: no momento de fazer o projeto arquitetônico de um edifício ou uma casa, nós profissionais devemos levar em conta a implantação da edificação no terreno. A planta baixa precisa ser organizada de forma que os ambientes que mais precisam de luz, aqui no hemisfério sul, estejam posicionados na fachada norte. A fachada norte sempre será a referência para a distribuição dos demais ambientes. Mas cuidado, apesar da boa incidência de luz que a fachada norte tem aqui no Brasil, é muito importante lembrar que é o local que terá mais contato o sol, durante o dia e, por consequência, terá muita transmissão de calor. 
Alguns exemplos de posicionamentos de ambientes na implantação da edificação:
Área íntima - os quartos, a posição solar ideal é a LESTE, ou seja, o sol da manhã. A área social posição OESTE/NORTE, sol do meio dia e tarde. É uma fachada de maior incidência de luz e calor então, os materiais e móveis que a ficarem expostos nos ambientes posicionados nesta fachada podem danificar, ao longo do tempo. Por exemplo, tecido de cortinas decorativas, tecidos de estofados, tapetes.
Área de serviço - é um ambiente que costumamos deixar como menor prioridade para incidência de sol, por ser uma área de menor frequência diária na casa, ou seja, acabamos localizando ela na posição SUL. Mas, é uma área que é necessário ter, pelo menos um pouco, de contato com o sol ou ter uma boa circulação de vento, para secagem de roupas.
 
002. Aberturas para ventilação: durante o estudo de desenvolvimento de projeto, precisamos levar em conta o comportamento do vento. As portas e janelas devem estar orientadas na direção dos ventos predominantes do local da edificação. Mas, lembre-se que as direções dos ventos são diferentes no inverno e no verão. E, também, deve-se fazer o cálculo de ventilação mínima, que cada ambiente deve ter, levando em conta a área de cada peça e a função delas. Outro fator de ventilação, é que o ar quente tende a subir, por isso algumas vezes existem entradas de ar em partes inferiores, que é para captar o ar frio. Aberturas nas coberturas também ajudam a dissipar o calor.
003. A umidade relativa do ar:  assim como as temperaturas influenciam muito no nosso conforto, dentro de um local, a umidade também tem o seu impacto no nosso dia a dia, seja na falta ou no exagero dela. Além de desconfortos e falta de disposição é muito comum pessoas manifestarem doenças respiratórias, alergias e irritações.
Em tempos com este que estamos vivendo, passamos a valorizar AINDA MAIS viver em um ambiente saudável! E, para economizarmos em recursos artificias como ar condicionado, cortinas e etc o ideal é que lá na concepção do projeto arquitetônico o profissional responsável leve em consideração todos estes fatores. E aí, vocês aplicam tudo isso nos seus projetos arquitetônicos?! 
Precisando estudar mais sobre CONFORTO AMBIENTAL na arquitetura e na decoração?! Dentro no curso DecorPRO eu desenvolvi 9 vídeos aula sobre temas tão importantes quanto esse e que todo profissional da nossa área deve saber, pelo menos o básico, para desenvolver bons projetos para os seus clientes! E é como eu já disse... cliente satisfeito, cliente FELIZ sempre VOLTA  e sempre INDICA!!! Então não perde tempo e vem aprimorar os seus CONHECIMENTOS! 
Por hoje é isso, beeeeeijos e até amanhã!!!  
Etiquetas: projeto, reforma

Deixe um comentário