Usamos cookies para personalizar sua experiência no site. Ao prosseguir, você declara estar ciente dos termos descritos na nossa Política de Privacidade.

Como você ilumina um dormitório com gesso e um que não tem gesso?

Como você ilumina um dormitório com gesso e um que não tem gesso?

| Renata Pocztaruk

A iluminação é importantíssima no quarto! Eu sempre digo que ela muda tudo e faz toda a diferença em qualquer ambiente! E como você ilumina um dormitório com gesso e um que não tem?

Pense em um projeto que não tem gesso. Ele vai ter um ponto de luz no centro do ambiente e um interruptor para acender. Quando a gente tem dois interruptores e um ponto de luz, significa que ele é paralelo, ou seja, ele liga em um lugar e desliga em outro.

Quais são as opções que a gente pode utilizar quando não tem o gesso? Podemos utilizar o trilho, o spot. Vai depender do que vai ficar melhor para cada projeto.

Quando a gente fala em usar trilho ou spot é importante cuidar qual tipo de lâmpada vamos utilizar nesse ambiente. Para quem gosta de dicroica, ela tem uma luz mais brilhante, reflete mais. A PAR 20 ilumina mais, já a AR 70, minha preferida, é uma luz que traz mais aconchego, é mais pontual, tem o facho mais focado.

E o que a gente precisa pensar quando vai projetar a iluminação do quarto? Que dá para criar cenas e sensações mesmo não tendo o gesso no teto! Quer saber como fazer isso?

Utilizando um dimmer na parede, que é um recurso maravilhoso (para quem não sabe, o dimmer é um controlador de intensidade de luz que, para funcionar, precisa de uma lâmpada dimerizável). Com ele é possível usar uma luz mais forte ou mais fraca no dormitório, criando a cena desejada.

Por outro lado, quando você tem o gesso, é possível pensar em uma iluminação distribuída, ou seja, você consegue colocar alguns pontos de iluminação no ambiente. Na figura abaixo, no ponto um, podemos colocar uma luminária de leitura, uma dicroica. No ponto dois você pode usar um spot com luz direta ou indireta. Já para a frente dos armários eu uso a PAR 20.

Lembre-se que é muito importante colocar no projeto onde liga e desliga cada um desses pontos!

Por exemplo, quando você entra no quarto a luz ideal para ligar é a central. Já quando vamos dormir o ideal é usar o interruptor, que está mais próximo da cama.

No Guia de Iluminação eu te ensino a criar esses circuitos e, posso te dizer, essa é uma das coisas mais importantes que eu aprendi!

Beijos e até depois,
Rê.

 

Deixe um comentário