Usamos cookies para personalizar sua experiência no site. Ao prosseguir, você declara estar ciente dos termos descritos na nossa Política de Privacidade.

Vai montar um escritório? Qual serviço você vai oferecer?

Vai montar um escritório? Qual serviço você vai oferecer?

| Renata Pocztaruk

Quando a gente monta um escritório a primeira coisa que a gente tem que fazer é criar (ou definir) o serviço que ele vai oferecer!

Se for um escritório que oferece serviço de interiores, você tem que pensar de que forma vai cobrar:

  • Vai ser por metro quadrado?
  • Vai cobrar por ambiente?
  • Vai fazer um único ambiente?
  • Ou vai fazer todos os ambientes da casa?

Aí tem que pensar quais serão as etapas desse serviço, por exemplo:

  • Primeiro eu vou fazer uma reunião com o cliente;
  • Depois uma reunião de briefing;
  • Aí eu vou apresentar para ele um layout;
  • O cliente tem que aprovar esse layout;
  • Eu vou fazer um 3d;
  • Ele tem que ver e aprovar;
  • Só então eu vou começar a materializar e depois detalhar.

Tudo isso você vai colocar numa linha do tempo, para saber como é o seu processo. E dentro de cada uma dessas etapas a gente tem também outras subetapas. Temos que organizar esses passos para saber quanto tempo demoramos em cada um deles.

Vamos supor que você vai começar fazendo um projeto para um único ambiente ao invés do projeto de uma casa inteira. E vamos supor que este seja o projeto de um quarto.

Em primeiro lugar você tem que pensar quem é o cliente daquele quarto, para só então definir as etapas e, de fato, começar a desenhar o projeto desse ambiente.

Você vai ter que somar o tempo que levou para buscar referências para esse quarto, o tempo que levou para fazer o layout, para fazer o 3d, para detalhar... Aí consegue achar o tempo total.

Você tem que pensar assim por que, se a gente trabalha em média 40 horas por semana, tem que estabelecer uma meta de acordo com o valor que espera ganhar por mês.

E como faz para saber se o valor que você pretende cobrar está justo? Tem que pesquisar quanto as pessoas da cidade onde você mora cobram pelo mesmo trabalho!

Na verdade, você vai fazer duas pesquisas: uma para saber quanto custa o serviço que você vai oferecer e outra para saber quanto o mercado daquela região paga por esse tipo de serviço.

#Dica:

Assim que você definir o serviço que o seu escritório vai oferecer, abra as etapas e organize em ordem com post-its. Olha só:

Em cada um dos papeizinhos você vai colocar a quantidade de horas que você demora, para ter um somatório e chegar no preço. Com isso pronto você vai fazer um exemplo do projeto que o seu escritório vende e qual material você entregaria: planta baixa, vistas e 3d?

O maior problema de todos para saber como cobrar é insegurança. Ao precificar, estamos nos julgando, e é muito difícil colocar preço naquilo que acreditamos que seja muito bom né?!

No meu curso Aprenda Como Cobrar na Crise você vai aprender a como estabelecer o preço dos seus serviços de acordo com o mercado que está inserido.

Beijos e até depois,

Rê.

Deixe um comentário