Ontem falamos sobre os tecidos naturais, sua composição e principais características, afinal o tecido é um material que a gente especifica em quase todos os projetos!

Estudar sobre os materiais que você mais costuma utilizar agiliza o seu processo criativo, te dá repertório e faz com que o seu cliente tenha confiança no seu trabalho!

Como eu te prometi, hoje o assunto é sobre tecidos artificiais / sintéticos, aqueles que derivam de uma variação química, feitos para imitar alguma coisa.

clubarqexpress

Tecidos artificiais / Sintéticos

Couro
É um material que aquece muito, traz aconchego, é muito usado, é bem caro, mas que te dá muita durabilidade. Uma peça de couro é para a vida. Dependendo do couro, quanto mais velha a peça, mais bonita ela vai ficando.

Reciclados
O mais comum é o “garrafa pet”, que é super ecológico, mais duro, super-resistente.

Poliéster
Assim como o algodão, ele pode dar origem a muitos tipos de tecido, como por exemplo o suede, que é muito indicado para quem tem pet, por que não desfia.

Courino
Tem “cara” de couro e é bom para quem quer e não pode ter o natural por alguma razão, como um consultório médico, por exemplo.

clubarqexpress

Gostou das dicas?

Tudo isso é repertório e são coisas que a gente precisa conhecer para saber! Que tipo de tecido que a gente usa para fazer isso? Que tipo que a gente usa para fazer aquilo? Tudo é repertório!

Viu só quanta coisa a gente aprendeu?

Ah, você já conhece o nosso curso Aprenda a Fazer Consultoria Online? Nele você vai aprender a fazer um modelo de proposta de trabalho, vai ver exemplos de projetos nos estilos industrial, clean, cool e contemporâneo, entre muitas outras coisas!

Não perde essa oportunidade!
Beijos e até depois!!
Rê.