Renata Pocztaruk

[Dica do Dia] Um projeto de sucesso começa com um bom cronograma!

Você monta um CRONOGRAMA DE ATIVIDADES, definindo os dias e horários em que cada profissional vai EXECUTAR a sua parte no projeto? Não?

Então pense como seria estar no meio de uma ENTREGA com marceneiro, pintor instalador, todos ao mesmo tentando trabalhar em um espaço pequeno...

Acho que CAÓTICO é pouco para definir, não?

Vamos ver como a Luíza Cigana, da equipe da ArqExpress, lidou quando passou por uma situação dessas durante a montagem de um loft com menos de 40 metros quadrados:

 

Essa história aconteceu comigo no dia em que eu estava trabalhando em um LOFT COM MENOS DE 40 METROS QUADRADOS, bem pequenininho mesmo (quarto, cozinha e banheiro).

O dia da entrega estava se aproximando e tivemos de reunir MUITA EQUIPE DE OBRA – o pessoal da marcenaria, uma equipe colocando o box do banheiro, outra equipe instalando a pedra de granito e mais uma finalizando alguns detalhes da pintura (tudo ao mesmo tempo)!

Foi um verdadeiro CAOS!

Neste dia a Renata também passou pela obra para ver o andamento. Lembro dela saindo e me dizendo: espero que tudo termine bem! Rs

Deu tudo certo com os prestadores de serviço, mas confesso que foi uma loucura!

Hoje em dia posso dizer que trabalho melhor com CRONOGRAMA (mesmo porque, atualmente, por conta da pandemia, essa situação não funcionaria).

Alguns dias depois, nesse mesmo apartamento, o dia da entrega finalmente havia chegado.

O serviço contratado pelo cliente era o “PRONTOS PARA VIVER”, que inclui – fora a decoração, todos os itens que uma casa precisa (inclusive pratos e talheres), deixando tudo prontinho para o novo morador.

Na montagem, quando estávamos finalizando, todos os profissionais (pedreiro, pintor, marceneiro) já tinham passado pelos ambientes, mas, na hora de montar a mesa com as louças os garfos simplesmente SUMIRAM!

Encontramos facas, colheres e nada de achar os garfos! Comecei a pensar em como iria resolver e a solução seria entrar em contato com uma loja para fazer a compra.

Antes disso resolvi olhar uma última vez em todas as caixas para ter certeza de que nada havia ficado esquecido em uma delas. Acabei me lembrando que tinha feito uma pilha de caixas “vazias” e, para nossa sorte, os garfos estavam lá!

Prontos para Viver - ArqExpress

Se você, assim como a Luíza, também já teve um probleminha durante uma obra a minha sugestão é que você faça o CURSO "ETAPAS DE UMA OBRA", uma videoaula onde eu vou te ensinar todas as etapas pelas quais a gente deve passar para evitar intercorrências, entre elas:

- O que se faz primeiro?

- Primeiro o Gesso ou Primeiro a Pintura?

- Como organizar as etapas?

- Como fazemos para descobrir as etapas?

- Como montar um cronograma?

 

Beijos e até depois,
Rê.

Deixe um comentário