O que você entende como tendências e estilos de DECORAÇÃO

Os estilos e tendências de decoração que surgem são ótimos para a gente pesquisar, usando como exemplo para entender o gosto de cada cliente! 

Mas eu não gosto de me basear ou seguir isso como um padrão, menos ainda impor o uso deles para alguém! 

Para mim o MAIS IMPORTANTE de tudo é o cliente estar FELIZ e se sentir bem com as escolhas do PROJETO.

E o nosso papel é criar para cada cliente diferentes possibilidades de composição, apresentando materiais e combinações de CORES que sejam adequadas e explicando as questões técnicas que envolvem o projeto.

No final de tudo precisamos personalizar o projeto para o cliente de acordo com a sua necessidade, muitas vezes usando móveis e objetos que ele já tem e compor com elementos novos.

Mas vamos começar esse assunto do começo...

O que é decoração para você? E por quê a gente decora um AMBIENTE?

Além de tornar o espaço VISUALMENTE agradável, um projeto de decoração sempre surge para RESOLVER UM PROBLEMA.

A maioria dos clientes que a gente atende na ArqExpress por exemplo, buscam por PRATICIDADE nas suas casas.

Praticidade é a palavra do século!

Menos tempo, mais coisas para fazer, então precisamos simplificar! Precisamos desenvolver projetos que sejam FUNCIONAIS, além de bonitos.

A ordem é: se preocupe com o CONFORTO de quem irá usar aquele espaço!

Todo projeto tem um objetivo, certo?! O cliente pode querer transformar um ambiente para mudar o USO dele. Por exemplo: o dormitório de hóspedes se transformar em quarto de bebê.

Ou transformar para que o ambiente tenha SEU ESTILO, como um apartamento alugado que não reflete a personalidade do novo morador. Ou renovar para que fique MAIS COM A SUA CARA, como uma criança que cresceu e entrou na adolescência.

Vou citar aqui 03 questões que eu acho MUITO mais importantes um projeto ter, ao invés de seguir uma TENDÊNCIA de decoração:

Nesse meu projeto, por exemplo, são 3 ambientes integrados.
Você sente a unidade na decoração deles, né?
PERCEPÇÃO: a base do processo criativo inicia na percepção. Sem habilidade de perceber um espaço, fica difícil desenvolver ideias. Precisamos entender o espaço, as suas dimensões, as suas necessidades, para depois poder sugerir soluções.

PROPORÇÃO: a proporção é a relação entre as partes que mantém uma ordem entre si. “Tudo é questão de proporção”, você concorda comigo, né?!
É mais do que fundamental ter “noção de proporções” para se desenvolver um projeto de decoração. Por exemplo, não adianta escolher um tapete enorme e lindo para uma sala e sugerir uma mesa de centro pequena! Ela vai desvalorizar toda a composição. Dica: analise a proporção de cada elemento nos projetos que você gosta e admira e treine depois nos seus.

UNIDADE: aquela sensação de continuidade que uma boa decoração sempre tem. Pode ser através de cores, tecidos, plantas, existem infinitas formas de criar algumas repetições no ambiente. E quando são ambientes integrados esse “truque” se torna ainda mais eficaz. Um espaço com unidade é importantíssimo para trazer a sensação de organização e harmonia de um lugar, envolve até a sensação de BEM ESTAR que sentimos nele.


E ai, você concorda comigo?! Você segue tendências de decoração?
Eu AMO escrever sobre DECORAÇÃO!!! Tanto que eu fiz um Guia só falando disso, né?! Você já conhece a versão online do nosso Guia de Decoração? Clica no link e confere ;) Ele é tão lindoooo e eu fiz com muito carinho para quem também ama esse assunto ou está começando a conhecer!!!

Clica no botão abaixo e garanta o seu!