A luz afeta diretamente a cor!

E essa afirmação vale não somente para a luz natural (luz do dia, da janela), mas para a artificial (as lâmpadas do projeto) também!

Quanto mais alto for o IRC (índice de reprodução da cor), mais perto a cor está dela mesma. Às vezes, quando utilizamos uma tonalidade muito fria, o IRC dela também é muito baixo e isso pode saturar a cor de uma forma que a aparência dela na parede vai ficar completamente diferente daquela cor que você gostou na cartela (ou daquele teste que você fez para escolher a cor para o projeto).

Quando falamos de iluminação e cor a gente precisa prestar bastante atenção para controlar esses dois pontos (tonalidade e iluminação). Uma dica prática é: sempre que você for escolher a cor para um ambiente faça um teste dela em duas paredes diferentes! Com isso você vai perceber que a parede que recebe a luz direto da janela vai apresentar uma tonalidade, já uma parede de fundo, que não recebe luz direta, vai parecer mais escura.

Quer fazer uma experiência simples? Experimente pintar um apartamento durante o dia, com bastante sol! Você vai ter a impressão de que a cor ficou super clara. Já quando chegar a noite, você vai achar que esta mesma cor ficou muito escura.

É preciso entender que existe essa variação e que ela pode trazer tanto benefícios quando malefícios para o cliente, por isso é importante deixar isso muito claro a influência da iluminação neste processo.

E quando estamos falando sobre cor, temos que pensar em como fazer para aplicá-la corretamente nos ambientes para conseguir o efeito que a gente gostaria.

Se a ideia é dar uma sensação de amplitude aposte nas cores claras em todas as paredes e também no teto.

Quando queremos compactar o ambiente, deixá-lo menor, a gente tem que escurecer as paredes e o teto, dessa forma reflete menos a luz. Quando o pé direito é muito alto e você quer que ele pareça mais baixo a alternativa é escurecer o teto.

Aí você me pergunta: Renata, tenho o pé direito muito baixo, é possível pintá-lo de preto? Sim, mas você vai ter a sensação de que ele é mais baixo ainda!

Entendeu o efeito que a tinta pode causar nos ambientes? Por isso é muito importante saber qual o efeito da aplicação da tinta nos nossos projetos antes de decidir qual cor usar. Se vai ser mais clara, com mais branco ou com mais preto, mais viva ou menos viva...

E quando queremos estreitar um ambiente, para dar a sensação de que as paredes são mais próximas? Temos que usar uma cor mais escura! Lembre-se de que se você usar essa técnica em um corredor o efeito vai ser de um espaço ainda mais apertado, então cuidado!

A intenção é aumentar o pé direito? Escureça um pouco as paredes e clareie o teto. O corredor é muito apertado e você quer dar uma sensação de alongamento? Pinte as paredes e o teto de um tom mais escuro e a parede de fundo mais clara (como o formato da letra “u").

Se a intenção é encurtar o ambiente a gente escurece o fundo. Colocar um rodapé bem alto ajuda a achatar o ambiente. Já um rodapé e uma parede na mesma cor tendem a alongar o espaço. Quando a gente quer alargar o ambiente, pinta o teto e o fundo da mesma cor.

E qual tinta usar em ambientes internos?

A tinta é um elemento de decoração e a escolha dela vai depender do tipo de efeito que você quer que este acabamento cause no seu projeto! Quando falamos de questões visuais, a tinta pode ser uma grande aliada na hora de disfarçar alguma imperfeição da parede! Claro que no mundo ideal a imperfeição da parede deveria ser reparada, mas não é sempre que o cliente vai poder investir em uma reforma maior ou vai ter tempo para isso!

Látex PVA

Ela é fosca, solúvel em água, de fácil aplicação e tem secagem rápida. É indicada para ambientes internos - principalmente quarto de bebê por não tem cheiro, e a limpeza pode ser feita com o uso de um pano úmido. Tem que evitar esfregar muito porque ela sai!

Tinta Acrílica

Ela oferece melhor cobertura, gasta menos quantidade, é impermeável e solúvel em água. A limpeza pode ser feita com ama esponja limpa. É encontrada em três tipos de acabamentos:

  • FOSCA: Disfarça as imperfeições da parede;
  • ACETINADA: Possui um brilho discreto e reflete mais a luz no ambiente. Basta olhar a parede de lado para perceber o brilho dela;
  • SEMI BRILHO: Reflete muito as imperfeições, indicada para superfícies perfeitamente lisas (limpa com mais facilidade pois é um acabamento lavável).

Tinta Lavável

Tinta acrílica solúvel em água, com pouco cheiro, muito impermeável, não mancha com facilidade e pode ser lavada com detergente neutro (ela é mais resistente à limpeza)! É indicada para ambientes internos e tem acabamento quase fosco! Indicação de uso: quarto de criança, casa com pet, cozinhas, corredores.

Gostaram das dicas de hoje? Elas são essenciais para quem trabalha com entregas rápidas, como nós na ArqExpress!

Quer mais uma dica imperdível? Toda segunda-feira a gente tem um encontro na minha SUPER AULA gratuita do Youtube, onde eu compartilho as principais soluções sobre os assuntos técnicos e criativos que usamos no dia a dia da Arqexpress, para você aplicar no seu método de trabalho e conseguir melhores resultados!

O tema da próxima semana é "Como apresentar projetos". Se inscreve lá!

Beijos e até depois,

Rê.